Responsive Ad Slot

Depois de dois anos, aprovada em concurso consegue nomea??o na Justi?a.

Postado por Simone de Moraes

14/10/2012 0:36


Crédito: Migalhas

O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve decisão de primeira instância que determinou a nomeação e posse de uma mulher ao cargo de analista de sistemas na Irmandade da Santa Casa de Angatuba.

 

A autora da ação foi aprovada em primeiro lugar no concurso, homologado em 4 de agosto de 2009. No entanto, após a decorrência

 

dos dois anos de validade do certame, não foi nomeada.

 

O voto do relator do recurso, desembargador Leme de Campos, destaca que, de acordo com jurisprudência, deve ser observada a

 

regra do edital, que previa uma vaga. “É de rigor a manutenção da concessão da ordem, a fim de que seja garantido o direito da

 

impetrante”, afirmou. A decisão foi unânime.

 Com informações do Justiça em Foco